Diego Polachini

Jornalista e presidente do diretório municipal do Republicanos


Paixão política é cretinizante

Por: Diego Polachini
21/09/2019 às 10:13
Diego Polachini

A política brasileira carece de líderes equilibrados e de pessoas racionais em todas suas esferas. É perfeitamente possível, e permitido, que agentes políticos sejam apaixonados pelas ideias que defendem ou aos respectivos grupos a que pertencem, mas em algum momento essa paixão precisa evoluir para um sentimento mais sereno.

De acordo com o filósofo Mário Sérgio Cortella, "a paixão transtorna e faz com que você perca a referência”. É a suspensão temporária do juízo. Um apaixonado não leva em conta as consequências dos seus atos para viver a intensidade daquele momento. 

Grandes revoluções são iniciadas com o combustível da paixão, mas só o amor é o que nos leva a um mundo melhor. A paixão é o ponto de partida, mas o amor é a linha de chegada. O grande dilema nacional hoje é que nossos líderes preferem viver apaixonadamente em vez de procurarem dominar suas emoções.

O escritor brasileiro Nelson Rodrigues foi enfático e direto ao falar sobre o assunto. Ele afirmou que não há "nada mais cretino e mais cretinizante do que a paixão política. É a única paixão sem grandeza, a única que é capaz de imbecilizar o homem”.

Nas palavras do escritor, um político apaixonado não passa de um imbecil. Sua única ambição é propagandear a própria narrativa e muitas vezes sua própria estupidez não importando a correlação de forças nem os feitos dos demais, sobretudo dos adversários. 

Esse tipo de pessoa vive num eterno "Fla x Flu”, o "nós contra eles”, e faz da crítica um fim em si. Dificilmente saem palavras positivas ou mesmo construtivas da sua boca.

Um líder de verdade é convicto das suas ideias, porém prefere construir pontes em vez de muros. Grandes homens públicos transitam com desenvoltura em todas as direções e sabem fazer concessões sem abrirem mão daquilo em que acreditam. Eles não temem inclusive em reconhecer o trabalho dos outros e não tentam camuflar ou recontar a história. 

Apesar da política brasileira seguir freneticamente por trilhos imbecilizantes, há por aí pessoas capazes de enxergar, serenamente, virtudes até mesmo nos opositores. Nunca foi tão importante a busca por homens e mulheres moderadas para trazer um suspiro de esperança ao nosso povo.






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!