Heitor Mazzoco

Jornalista


A inerte academia

Por: Heitor Mazzoco
12/11/2019 às 13:57
Heitor Mazzoco

Ao questionar jornalistas, contistas, cronistas, romancistas e outros derivados da escrita, boa parte vai sinalizar positivamente aos assentos da Academia Brasileira de Letras. É um sonho tornar-se imortal. Um imortal da escrita! Vestir o fardão, já pensou? Bom, aquilo não é para mim. Em diversas cadeiras da Academia Brasileira de Letras tomam assento taiobas-moles.

Em tempos de crise, é bom torcer para não vagar cadeira. Após a escolha do novo "imortal”, a prefeitura da cidade onde nasceu o "intelectual” deve liberar a bagatela de R$ 70 mil para confecção daquela roupa preta inspirada nos policiais da Calábria italiana. Se a prefeitura não bancar, quem paga é o Estado.

Aquela conhecida como roupa de gala é uma casaca verde musgo bordada com fios de ouro, camiseta, suspensório e um chapéu à Napoleão. Definitivamente não é para mim. Sou Vêneto, antiga República Sereníssima de Veneza, que sucumbiu ao ser invadida por aquele que deixou apenas a gastrite famosa.

As reuniões da Academia são para discutir literatura, língua portuguesa… imagine ter de aguentar José Sarney a papaguear? "Como podemos melhorar a educação, Sarney?”. E ele responde com "batatinha quando nasce…”

A política sugou a academia. Para se tornar membro, o "intelectual” deve fazer campanha. Portanto, qualquer um, desde que tenha escrito ao menos um livro, pode se tornar candidato. Você, ao entrar na Academia, pode se orgulhar dos dotes político, estratégico, persuasivo, menos intelectual.

A Academia Brasileira de Letras deveria dar espaço aos jovens, que poderiam revolucionar a instituição. Minha opinião até poderia mudar ao sentir orgulho da academia. Posicionar-se sobre acontecimentos nacionais e internacionais nada mais é que defender os leitores. Por ora, a Academia Brasileira de Letras não tem minha estima.






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!