Foto por: Divulgação
Vereador Paulo Pauléra: condenado por acusações a colega em 2017

Pauléra terá de pagar R$ 25 mil de indenização por ataque a Pupo

Por: Maria Elena Covre, Fabrício Carareto e Lucas Israel
03/12/2019 às 21:36
Bastidores

Dinheiro será revertido integralmente ao Hospital Bezerra de Menezes

Vai ter de pagar 1
Voltou para Rio Preto, para fase de execução de sentença, o processo no qual o vereador Paulo Pauléra (PP) foi condenado a pagar R$ 25 mil ao colega de parlamento Renato Pupo (PSD). Em maio de 2017, Pauléra utilizou a tribuna da Câmara e fez graves acusações contra o parlamentar, acusando-o de manter relação sexual com uma mulher portadora do vírus HIV. A "denúncia”, se é que se pode chamá-la assim, foi feita com base em um boletim de ocorrência.

Vai ter de pagar 2
O fato é que o tal boletim foi registrado por uma mulher com sérios problemas mentais, que dizia ainda ter tido relacionamentos amorosos com atores globais. O caso foi arquivado pela polícia, por total falta de provas, e mesmo assim foi exposto por Pauléra na tribuna para atacar o rival político.

Vai ter de pagar 3
Pauléra alegou a famosa "inviolabilidade dos vereadores por suas opiniões, palavras e votos no exercício do mandato” para tentar escapar da condenação por danos morais. Não colou. Em primeira instância, o juiz da 2ª Vara Cível, Paulo Sérgio Romero Vicente Rodrigues, condenou o vereador do PP a pagar R$ 15 mil ao seu desafeto. O Tribunal de Justiça achou pouco e elevou para R$ 25 mil. Agora que o caso voltou para Rio Preto, Pauléra vai ter de mexer no bolso. Pupo disse que vai doar o dinheiro para o hospital psiquiátrico Bezerra de Menezes.

Leia mais Bastidores no link abaixo 






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!