Foto por: Divulgação
Walmart Rio Preto: reforma do prédio e mudança de bandeira

Walmart de Rio Preto vai ser reformado e ganhar a cara Big até meados de 2020

Por: Maria Elena Covre, Fabrício Carareto e Lucas Israel
20/11/2019 às 20:14
Bastidores

Troca de bandeira nas 92 unidades Walmart do Estado de São Paulo já começou

Adeus, Walmart 
A bandeira Walmart já começou a ser substituída no Estado de São Paulo pela marca Big. As primeiras unidades a passarem pela transformação estrutural, visual e de modelo de negócios são as de São Paulo e região, além de Campinas, Araras, Mogi Guaçu e Limeira. 

Chega aí, Big
Dominando a paisagem no início da avenida José Munia, às margens da Washington Luís, o prédio que abriga a loja de Rio Preto será submetido a uma reforma geral para ganhar a cara Big, segundo informou, por meio de nota, a assessoria de imprensa do grupo. 

Meados de 2020
A mudança por aqui será concluída em "meados” de 2020. "Não é apenas uma mudança de fachada. Walmart vira Big”, afirmou o setor de comunicação do grupo. 

Sem detalhes 
Questionamentos sobre o número de funcionários no supermercado de Rio Preto, a manutenção ou não dos atuais colaboradores, o início das obras de reforma do prédio e o modelo local que será adotado não foram respondidos. "Ainda não temos esses detalhes”, afirmou o setor de comunicação. 

R$ 200 milhões 
 A marca Big já é tradicionalmente usada na região Sul do Brasil. Segundo o grupo, são 92 unidades Walmart somente no Estado de São Paulo que passarão pelo processo de renovação total, num investimento estimado em R$ 200 milhões.” 

Big tem pressa 
O anúncio da compra do Walmart Brasil pelo grupo Big, que tem como principal acionista o fundo Advent, foi em agosto. Pela negociação, os novos donos podiam manter a bandeira Walmart por três anos, mas decidiram, estrategicamente, adiantar o processo de mudança, que deverá ser concluído até o final do ano que vem.

FPM mais gordo 
O deputado federal Geninho Zuliani (DEM), de Olímpia, correu para dar a boa notícia aos prefeitos. Segundo ele, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM) garantiu que coloca na pauta de votação ainda neste ano PEC que aumenta os repasses para o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). 

Vai entrar na pauta 
A promessa foi feita durante encontro na casa do próprio Maia  com deputados que integram a chamada bancada municipalista, da qual participaram, além de Geninho, os deputados Herculano Passos (PSD), Silvio Costa Filho (Republicanos), Benes Leocádio (Republicano), Beto Pereira (PSDB), Baleia Rossi (MDB) e Pedro Westphalen (PP), mais o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi. 
 
Unificação do ISS
A Proposta de Emenda à Constituição, a PEC 391/17, prevê aumento em 1% nas transferências da União para o FPM. Outro projeto que também deve entrar em votação neste ano prevê a unificação de regras para recolhimento do ISS de setores específicos, como plano de saúde, administradoras de cartão de crédito, consórcios e leasing, visando a melhor redistribuição dos impostos entre os municípios. 

Crescimento municipal 
"Ambos refletem diretamente na gestão financeira e fiscal dos municípios e, se aprovados, vão proporcionar aumento da circulação de renda e o crescimento municipal”, afirma Geninho. 

No ranking da Exame 
Três empresas de Rio Preto figuram na versão 2019 da tradicional lista das 150 melhores empregadoras do Brasil formulada pela Revista Exame anualmente. A premiação oficial ocorreu na noite desta terça-feira (19) em São Paulo. 

Duas veteranas e uma novata 
Duas delas, Unimed e Rodobens, já podem ser consideradas veteranas no ranking da Exame. A terceira empresa local premiada – a Cobmax -  é uma estreante. O grupo, que opera na área de telemarketing, conta com 300 funcionários e tem dez anos de existência. 

Comemorou 
"O processo de análise é bastante rigoroso, com diversas etapas ao longo de um ano”, afirmou o CEO da Cobmax, Daniel Rosa. "Entendemos que nosso principal diferencial é ser uma empresa que forma o colaborador internamente, dando condições para que cresça profissionalmente. Esse foi o nosso grande destaque em toda a análise.”

Agora é oficial 
O médico Paulo Bassan oficializou sua saída do PSL nesta terça-feira (19), com a entrega de seu pedido de desfiliação no cartório eleitoral. São dois dias úteis para que o nome dele deixe de constar no sistema do TSE. Além de Bassan, pelo menos uma centena de ex-integrantes do partido, autodeclarados "bolsonaristas ideológicos”, fizeram o mesmo. Depois de entregar o documento no cartório eleitoral, o pessoal foi para um restaurante festejar. 

Mutirão da desfiliação 
Um mutirão foi formado para orientar outros filiados do PSL a cumprir os trâmites burocráticos para esvaziar a legenda. O próximo passo é começar a coleta de assinaturas para a criação da Aliança pelo Brasil, segundo a empresária e psicóloga Janaina Targas Albuquerque, que já ganhou o carinhoso apelido de pit bull no grupo. 

Casa, comida e roupa lavada 
O vereador Anderson Branco, um fã declarado de Jair Bolsonaro, anda matutando sobre sua vida partidária tendo em vista as eleições do ano que vem. Hoje no PL de Fábio Marcondes, que por sua vez só pensa em partir para o DEM, Branco vem conversando com muita gente, incluindo lideranças partidárias. O Republicanos de Diego Polachini já fez oferta na linha "casa, comida e roupa lavada”, ou seja, legenda, apoio institucional e estrutura partidária para a campanha de reeleição. É pegar ou largar…

Tô fora 
Quem também tenta se posicionar no tabuleiro do xadrez partidário é o vereador Jean Dornelas, para quem o PSL parece ter perdido completamente o encanto. Em entrevista à coluna nesta quarta (19), Jean deixou claro não ver mais futuro na legenda. "O PSL hoje só vai servir para oferecer tempo de TV. Não existe condição hábil para montar uma chapa forte para disputar a Câmara no ano que vem.”

De olho no MDB
 A versão Dornelas da vez demonstrou também forte simpatia pela ideia de ingressar nas fileiras do MDB. "Já sentei e tive uma boa conversa com Pedro Nimer (presidente da legenda). É uma boa opção, considerando que poucos partidos, cinco no máximo, vão conseguir eleger vereador sem coligação em 2020.” 

No palanque do Edinho 
Segundo Dornelas, outras três legendas, das quais recebeu convite, estão no seu radar: o PP de Paulo Pauléra; o Patriotas de Pedro Roberto e o PSD de Eleuses Paiva. "Uma coisa é certa, vou para uma legenda que me permita estar no palanque do Edinho Araújo (MDB)”, afirmou ele, que, não é novidade para ninguém, muda de posição feito biruta de aeroporto. 

Tirou licença 
O médico Aldenis Borin, titular da pasta da Saúde, tirou licença não remunerada por cinco dias. A justificativa oficial é de que ele tem questões pessoais para resolver em São Paulo. O médico André Baitelo assume a bronca como secretário interino até a volta de Aldenis, na segunda-feira, dia 25. 

Menos, Pauléra...
Está faltando alinhamento entre o deputado federal de Fernandópolis Fausto Pinato (PP) e seu porta-voz em Rio Preto, o vereador Paulo Pauléra (PP). Este último vem anunciando aos quatro cantos que Pinato deve virar ministro de Jair Bolsonaro, de quem virou, de fato, um leal escudeiro. Questionado sobre a possibilidade pelo Whatsapp, o deputado foi categórico: "Mentira. Não tem essa conversa, não”, escreveu.
 






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!