Foto por: Divulgação
Shopping Cidade Norte: funcionárias de loja são vítimas de estelionatário

Golpista se passa por falso patrão e arranca dinheiro de funcionárias de lojas em shopping

Por: Da Redação
10/11/2019 às 11:02
Polícia

Estelionatário enganou funcionárias de duas lojas do Shopping Cidade Norte, levando-as a depositar dinheiro numa conta de banco

Duas funcionárias de duas lojas diferentes instaladas no Shopping Cidade Norte, em Rio Preto, foram vítimas do golpe do falso patrão em menos de cinco minutos na noite desta sexta-feira (8). 

O estelionatário telefonou para as lojas e, se passando pelo dono dos estabelecimentos, convenceu as vítimas a depositarem o dinheiro do caixa em uma conta. Uma das vítimas chegou a transferir dinheiro da própria conta para o criminoso. 

O primeiro caso aconteceu às 19h37 de sexta (8), segundo as informações do boletim de ocorrência. A atendente, de 23 anos, procurou a polícia no sábado (9) e contou que trabalha na loja Ju Bijoux há aproximadamente três meses.

Que estava trabalhando quando atendeu uma ligação de um homem se dizendo ser dono da loja, com o nome de Henrique. Ele então teria pedido para que ela verificasse o valor em dinheiro que estava no caixa e dissesse a ele, pois precisava fazer um depósito para o dono do escritório de contabilidade.

A atendente contou à polícia que, depois de dizer o valor, de R$680, o homem orientou que outra funcionária da loja fosse até a lotérica do shopping e efetuasse um depósito em uma conta em nome de Luiza Goes de Souza.

Enquanto a outra vendedora ia até a lotérica para concretizar o depósito, o falso patrão se manteve o tempo todo na ligação aguardando a confirmação do depósito. Assim que foi confirmado, o telefonema foi encerrado.

Ela contou ainda que decidiu enviar para o número do WathsApp do dono da loja o comprovante do depósito. Ela só se deu conta que havia sido vítima de um golpe quando o verdadeiro patrão questionou sobre o que se tratava tão depósito.

CINCO MINUTOS DEPOIS

Cinco minutos depois, uma vendedora de 21 anos que trabalha na loja Lupo, instalada no mesmo shopping, foi vítima do mesmo estelionatário. Às 19h42 de sexta (8), a vendedora contou que trabalhava quando atendeu a uma ligação e um homem se identificou como sendo Adriano, dono da loja.

Depois de questionar a funcionária sobre alguns procedimentos internos, quis saber quais funcionários estavam trabalhando no período da tarde. Em seguida, o falso patrão pediu para que a vítima verificasse a quantia em dinheiro que estava no caixa porque precisava pagar um fornecedor.

Ainda segundo o relato da mulher à polícia, depois de saber o valor que havia no caixa, o estelionatário disse que o dinheiro não era suficiente para efetuar o pagamento que ele precisava e pediu para a vendedora emprestar para ele mais R$1.290,00, dizendo que devolveria ainda neste fim de semana.

Acreditando realmente ser o patrão, decidiu emprestar o valor. O estelionatário passou os dados da conta para a qual a vítima deveria transferir o dinheiro, uma conta tendo como titular Luiza Goes de Souza.

A vítima conta que efetuou a transferência por meio de um aplicativo do celular e, em poucos minutos, percebeu que havia sido vítima de um golpe. Chegou a tentar cancelar a transação, mas o saque do valor já havia acontecido.

Ela informou o gerente da loja, que orientou a ir até a polícia. Dois boletins de ocorrência foram registrados como estelionato e os casos serão investigados pelo 4º DP. 

De acordo com a assessoria de imprensa do Shopping Cidade Norte, por se tratar de fatos internos ocorridos nas citadas lojas, o centro de compras não tem responsabilidade sobre os mesmos. "O centro de compras procurará  instruir aos demais lojistas como se proteger de episódios como estes", diz trecho da nota.






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!