Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.



Ana Sátila é 10ª na final olímpica da canoagem slalom em Tóquio

Por: FOLHAPRESS - ADRIANO WILKSON
29/07/2021 às 05:00
Esportes

TÓQUIO, JAPÃO (UOL/FOLHAPRESS) - A brasileira Ana Sátila terminou na décima posição na competição de canoagem slalom em Tóquio-2020 e, assim, conseguiu a me...


TÓQUIO, JAPÃO (UOL/FOLHAPRESS) - A brasileira Ana Sátila terminou na décima posição na competição de canoagem slalom em Tóquio-2020 e, assim, conseguiu a melhor campanha de uma canoísta brasileira em Jogos Olímpicos.

Com um tempo de 164.71s na grande final, disputada nesta quinta-feira (29), a atleta tornou-se a primeira atleta do país a disputar uma final da modalidade em Olimpíadas.

Sátila começou forte em sua descida. Com apenas uma penalidade até metade do seu desempenho, a brasileira fazia um bom tempo para brigar pelas primeiras colocações.

No entanto, ao tentar acelerar para ganhar tempo, acabou deixando de passar por uma das portas, ganhando uma penalidade de 50 segundos por isso.

Apesar de não ter conseguido chegar ao pódio, o desempenho da brasileira foi histórico, tornando-se a primeira brasileira a chegar à final da modalidade.

A maturidade demonstrada Ana Sátila durante toda a competição não é mera coincidência. Apesar de ter apenas 25 anos, esta foi a terceira participação da canoísta em Jogos Olímpicos.

Na Olimpíada de Londres, em 2012, sua primeira vez nos Jogos, terminou em 16º nas semifinais. No Rio-2016, um erro fez com que sua segunda participação terminasse em uma posição pior que a anterior, e ela ficou em 17º. Em Tóquio, termina em décimo lugar.

Apesar da decepção em não avançar para a semifinal do K1, Sátila chegou à disputa do C1, sua especialidade, com confiança em uma boa campanha. Nas três descidas antes da grande decisão —duas pela etapa preliminar e uma pela semifinal—, a brasileira demonstrou força e um bom poder de concentração.

Com descidas consistentes, principalmente a partir da segunda bateria das qualificatórias, Sátila provou o motivo de, desde o início, ter sido apontada como uma das atletas brasileiras com chance de conquistar pódio nessa edição dos Jogos Olímpicos.

Na primeira descida na qualificatória, terminou em 11º na bateria, com tempo de 116.56s. Com uma punição, terminou com 120.56s.

Na segunda descida, mais focada e determinada, a brasileira teve um desempenho excelente, e terminou com o terceiro melhor tempo de 107.90s, se classificando como a quarta melhor no geral.

Nas semifinais, Sátila conseguiu se manter concentrada e equilibrada para chegar ao seu maior objetivo: a grande final. A atleta fez o ótimo tempo de 114.27s, ficou em terceiro e e garantiu vaga na decisão.



Publicado em Thu, 29 Jul 2021 04:38:00 -0300







Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!