Criança diz à polícia que foi ameaçada e que a avó foi agredida pelo marido

Por: Bruna Yamasaki
15/09/2020 às 08:48
Polícia

Uma ajudante geral de 49 anos chamou a polícia para o marido dela e um boletim de ocorrência foi registrado como lesão corporal e ameaça. O caso aconteceu nesta segunda-feira (14) no Jaguaré, em Rio Preto.

Quando a polícia chegou no local, viu uma criança de seis anos na rua. Ele constou que seu padrasto tinha o ameaçado e agredido a mãe dele, que na verdade é avó, mas possui a guarda da criança.

A princípio, a vítima disse que havia sido agredida nos braços e no rosto, inclusive dizendo não ser a primeira vez que isso acontecia. Disse que a polícia já foi acionada outras vezes e nesta data o motivo do desentendimento era ela não querer dar o cartão de crédito a ele.

O suspeito estava dormindo quando a polícia chegou no local. A ajudante disse que ele também havia quebrado vários objetos no interior da casa. 

A vítima explicou que o autor é trabalhador, mas sofre de transtornos bipolares e por isso toma remédios controlados. Porém, há três não toma o remédio pois não o encontra na farmácia popular.

Na delegacia ela disse que o autor apenas teria a segurado pelo braço, negando ter sido agredida. Que chamou a polícia apenas para assustar o marido, mas não queria que ele fosse preso.

O autor possui antecedentes criminais. Questionada pela avó, a criança apenas concordou com a cabeça que o suspeito é boa pessoa. Além de negar a agressão, a vítima também se recusou a fazer exame de corpo de delito para constatar eventuais lesões corporais.






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!