Foto por: Elton Rodrigues/divulgação
Coronavac aplicada em Rio Preto

"É triste tudo isso e ver a população não dar tanta importância", diz 1ª voluntária da Coronavac; veja vídeo

Por: Heitor Mazzoco
07/08/2020 às 10:56
Saúde

Vanessa Maziero, de 30 anos, é enfermeira do HB e foi a primeira rio-pretense a receber a dose da vacina contra Covid

A enfermeira Vanessa Maziero, de 30 anos, disse ver com preocupação o avanço da pandemia de Covid e a falta de comprometimento de parte da população com o isolamento social.

Funcionária do Hospital de Base, ela foi a primeira voluntária de Rio Preto a receber a dose da Coronavac, vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o governo de São Paulo. Ela é um dos 400 voluntários selecionados entre profissionais da Saúde em Rio Preto para receber a a vacina. Serão duas doses, com intervalo de 14 dias entre uma e outra. Metade vai receber placebo (sem qualquer efeito) e a outra metade será vacinada contra a Covid. A vacinação está sendo realizada no Centro de pesquisa clínica da Vila Toninho.

"Dada a situação, é muito importante a gente colaborar de alguma forma para voltarmos ao mais normal possível. Se tudo der certo, todas as pessoas poderão voltar ao normal. É uma contribuição Importante", afirmou Vanessa. "É uma picada como qualquer outra vacina. Não senti nada de anormal".

A enfermeira falou também sobre a falta de comprometimento de parte da população, que não considera a Covid uma doença grave. "No dia a dia é sofrido ver o paciente separado da família. O grau de complexidade muitas vezes é bem avançado. É triste ver tudo isso acontecendo e ver a população não dar tanta importância. E cada vez mais pacientes chegando, mais gente intubando", disse Vanessa. "Toda perda de paciente é muito difícil. Agora, para mim, o mais difícil é estar longe de toda minha família".








Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!