Foto por: Divulgação
Fernando Lucas: diretor regional da Ciesp

Entidades empresariais culpam governo Doria por demissão em massa na Rodobens

Por: Da Redação
02/06/2020 às 20:19
Bastidores

Acirp e Ciesp lamentam desligamentos, dizem que quarentena motivou situação e que outras dispensas ocorrerão

Culpado 1
Enquanto o governo Edinho Araújo (MDB) preferiu o silêncio sobre as quase 500 demissões da Rodobens, empresa rio-pretense com operações em várias cidades do País, duas entidades de peso que representam o empresariado local jogaram a responsabilidade na política do governador João Doria (PSDB) ao adotar a quarentena como forma de conter o avanço do novo coronavírus.   

Culpado 2
Em nota, a Acirp (Associação Comercial e Industrial de Rio Preto), comandada pelo empresário do ramo da saúde Kelvin Kaiser, disse que já vinha alertando o Estado de São Paulo de que a não-autonomia do prefeito para a flexibilização do comércio traria resultados bem complexos no final do mês de maio. "Em virtude de o empresariado já ter, durante 70 dias, feito tudo o que podia fazer para manter seu negócio”, continua trecho da nota. 

‘Culpado’ 3 
 A Acirp faz ainda um alerta e diz que mais trabalhadores serão demitidos. "A preocupação das 4 horas de trabalho também é um agravante por conta das questões da CLT. Infelizmente, essa é uma situação que vai gerar ainda mais demissões se não for flexibilizada de uma forma melhor”, finaliza. 

Equívocos 
Fernando Lucas, diretor do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), afirmou que é lamentável  ver as consequências das decisões equivocadas tomadas em todos os âmbitos do governo durante a crise da pandemia do novo coronavírus. "Podemos dizer que isso é um indício do que pode vir acontecer com muitas indústrias e empresas. Esperamos que a Rodobens se recupere e possa recontratar essa equipe o quanto antes”, completou.






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!