Foto por: Divulgação
Resorts e hotéis são atrações no complexo turístico de Olímpia

Prefeito de Olímpia planeja reabrir resorts, hotéis e pousadas em julho

Por: Maria Elena Covre, Fabrício Carareto, Heitor Mazzoco e Lucas Israel
01/06/2020 às 21:04
Bastidores

Ele, que já avançou na flexibilização com retomada de academias, quer deixar rede hoteleira preparada para volta dos três parques, que atraem 3 milhões de turistas ao ano

Resorts e hotéis  
O prefeito de Olímpia, Fernando Cunha (PSD), planeja retomar no próximo mês, em julho, o funcionamento de resorts, hotéis, pousadas e outras atividades do setor, que somam 26,4 mil leitos. 

Preparando caminho 
Este é considerado o passo que antecede a ansiada reabertura dos três parques do município, dois aquáticos e um temático. Toda esta estrutura atrai 3 milhões de turistas todo ano à cidade, que vê um de seus pilares econômicos fortemente impactado pela crise sanitária do novo coronavírus. 

Avançou no decreto 
Com o município classificado na fase 3 (faixa amarela) do decreto de reabertura gradual do governo de São Paulo, que permite funcionamento em horário reduzido de lojas, shoppings, escritórios de prestação de serviços, bares e restaurantes, Cunha avançou por conta própria um pouco mais e liberou também academias. 

Menos perigoso 
A prefeitura parte do princípio, agora, de que o setor hoteleiro representa grau de risco menor que os parques e, por isso, não precisa ficar inativo. São, por exemplo, seis resorts com atrações próprias (alguns luxuosos), sendo que muitos dos hóspedes ali instalados sequer visitam os parques. Além dos resorts, a cidade conta com 22 hotéis, 55 pousadas, dois hostels, um flat e 508 casas de temporada. 

3 milhões de pessoas 
Mas o grande atrativo de gente para a cidade são mesmo os parques. O Thermas dos Laranjais, pioneiro, recebe 2 milhões de turistas por ano. Outros 700 mil passam pelo Hot Beach. O Vale dos Dinossauros contabiliza em média 300 mil visitantes. A data de retomada desta estrutura específica não está definida, mas a ideia do prefeito é "regulamentar a reabertura dos hotéis para os turistas”, de forma a deixá-los preparados para quando os parques abrirem. 

30 dias 
"Tudo vai depender dos próximos 30 dias, da evolução dos casos”, diz a assessoria de imprensa da prefeitura sobre a data exata de abertura dos parques, que, espera-se, ocorra logo na sequências dos hotéis. Olímpia conta 56 casos confirmados de Covid-19 e duas mortes. 

Passo atrás 1
Se Olímpia avançou na flexibilização em relação à classificação feita pelo Estado, Votuporanga fez exatamente o oposto, dando um passo atrás. A cidade, que pertence à DRS de Rio Preto e esta oficialmente na fase 2 (laranja), poderia reabrir shoppings, lojas de ruas e escritórios, mas amanheceu com um decreto do prefeito João Dado (PSD), mesmo partido do prefeito de Olímpia, endurecendo as medidas e adotando as restrições da fase 1 (vermelha), que fecha todos os serviços não-essenciais. 

Passo atrás 2 
A medida surpreendeu porque o prefeito vinha brigando na Justiça para ampliar a flexibilização de atividades que ainda não eram permitidas quando estava em vigência a quarentena uniforme no Estado. No Facebook da Prefeitura, Dado disse que tomou a decisão depois de se reunir com os integrantes de sua equipe técnica e da  DRS no domingo (31), onde avaliaram o crescimento de casos e internações pela Covid-19 na cidade e também no entorno. Votuporanga tem 61 casos confirmados e cinco mortes. 

Segunda movimentada 
No dia em que Rio Preto viu gente ocupando o Calçadão e fazendo filas em shoppings, o prefeito Edinho Araújo (MDB) foi recebido logo pela manhã na prefeitura por um grupo barulhento de profissionais da saúde e professores de educação física, que cobram do emedebista uma decisão local que permita a abertura de salões, barbearias e academias de ginástica. 

Comitiva 
Depois de protestos estimulados por alguns vereadores, uma comitiva subiu ao gabinete do prefeito para formalizar a reivindicação. Edinho ouviu pacientemente as falas acaloradas e prometeu que sua equipe técnica fará estudos para possível flexibilização. Hoje a cidade está, segundo decreto do governo estadual, na fase 2, o que impede a abertura destes serviços, assim como restaurantes e bares. 

‘Não serei responsável...’
Na reunião, Edinho também foi direto com os participantes do encontro. "Não digam que saíram daqui sem êxito. Não quero ser acusado de que faleceram pessoas porque o prefeito Edinho foi irresponsável. Qual prefeito não quer ver a economia girando?”, rebateu o emedebista.

Fritura
Presente à reunião, o vereador Fábio Marcondes (PL) tratou de ficar bem na foto com os manifestantes, complicando ainda mais a vida do prefeito. Ele sugeriu que Edinho deixasse de seguir os decretos do governador João Doria (PSDB) e seguisse as normativas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que classificou os setores ali representados como essenciais. Além de Marcondes, participaram da reunião os vereadores Celso Peixão (MDB), Anderson Branco (PL), Márcia Caldas (PSD), Renato Pupo (PSD), Jorge Menezes (PSD), Jean Dornelas (MDB), Zé da Academia (Patriota) e Claudia Di Giuli (MDB). 

Sem açúcar 1
Na reabertura dos shoppings Riopreto e Iguatemi, nesta segunda-feira, dia 1º, chamou a atenção o fato de as lojas da rede de cafeteria Starbucks, uma das mais poderosas do mundo, não estarem funcionando. 

Sem açúcar 2
No Riopreto, o box que abriga a cafeteria está com tapumes. A assessoria de imprensa do centro de compras não informa o motivo, mas o DLNews apurou extraoficialmente que esta loja não deverá retomar mais as atividades. Já a unidade do Iguatemi estava fechada, mas sem indicativos de fim definitivo de operação. 

Sonho meu 1
Voltando a Fábio Marcondes (PL), ele - que se jogou nos braços de Edinho numa tentativa de se tornar vice do emedebista, acalentou projeto de candidatura majoritária pelo DEM e acabou recuando da decisão de não disputar a reeleição -  está sonhando de novo com voos mais altos. 

Sonho meu 2
Acalentado pela memória de seu primeiro mandato, em que reinou soberano no governo de Valdomiro Lopes (PSB), Marcondes anda entusiasmado com a ideia de representar, e defender, o "legado” do ex-prefeito nos palanques. Isso porque Valdomiro, que vem deixando claro que está fora da disputa, seria um entusiasta da candidatura do vereador à cadeira de Edinho. Balão de ensaio ou não, o vereador ultimamente vestiu a camisa de atacante e partiu para cima do governo. 

Gerações 
O pré-candidato a prefeito de Rio Preto pelo Partido Novo, Filipe Marchesoni, 33 anos, e o aspirante ao cargo majoritário em Araxá (MG), Emílio Neumann, 70 anos, vão trocar seus pontos de vista sobre gestão municipal e o cenário eleitoral deste ano. O rio-pretense é o mais jovem pré-candidato ao Executivo nas 35 cidades em que o Novo disputará eleições. Já o mineiro é o mais velho. O papo entre os dois será por meio de live.






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!