Foto por: Ivan Feitosa/Prefeitura de Rio Preto
Prefeito Edinho participou de videoconferência sobre o coronavírus na tarde desta-terça-feira (24)

Após discurso de Bolsonaro, Edinho mantém estado de calamidade e quarentena

Por: Da Redação
25/03/2020 às 11:29
Saúde

Prefeito diz que está seguindo os protocolos de prevenção contra a Covid-19

O prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (MDB), disse que vai manter o decreto de calamidade pública, publicado nesta quarta-feira (25), e pediu que a população fique em casa mesmo após o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na noite desta terça-feira (24). "Estamos seguindo rigidamente os protocolos de prevenção e enfrentamento da pandemia. São medidas que podem significar o salvamento de muitas vidas", afirmou o prefeito, em nota oficial. Rio Preto tem, até a manhã desta quarta-feira (25), oito casos positivos do novo coronavírus  e 148 suspeitos.

Em discurso à Nação, Bolsonaro disse que a mídia tem criado um "clima de pavor” no País em cima da pandemia de coronavírus. Criticou também autoridades estaduais e municipais que teriam adotado o conceito de "terra arrasada”, decretando a proibição de transportes, o fechamento de comércio e o confinamento. 

O presidente ainda atacou o fechamento das escolas, dizendo que as crianças estão fora do grupo de risco. 

Em Rio Preto, Edinho ampliou as restrições com o decreto de calamidade pública. O texto prevê algumas alterações em relação ao decreto de estado de emergência em saúde como, por exemplo, a permissão para os estabelecimentos comerciais proibirem "o acesso de clientes, funcionários e colaboradores com sintomas gripais às dependências dos estabelecimentos e serviços, exceto os de saúde". 

Com o novo texto, a Prefeitura passa a ter a "incumbência de fiscalizar eventual abuso de poder econômico no aumento arbitrário de preços dos insumos e servidores relacionados ao enfrentamento do COVID-19". Ou seja, os estabelecimentos que estiverem com os preços dos produtos ligados ao combate à doença, como álcool gel, máscaras, e luvas poderão ser multados por isso. 

Outro ponto alterado é que os locais que comercializam produtos agrícolas deverão permanecer fechadas a partir de agora. Somente os estabelecimentos que prestam serviços veterinários poderão permanecer abertos em situações críticas ou de emergência.

Até o dia 15 de abril, Rio Preto está em quarentena, o que impede vários estabelecimentos de funcionar sob pena de pagar multa e ter o alvará cassado - leia aqui. Até a tarde desta terça-feira (24), sete locais haviam sido multados pela Guarda Municipal e a Vigilância Sanitária por descumprimento das regras - leia aqui.

Confira abaixo na íntegra a nota do prefeito Edinho Araújo: 
"Em São José do Rio Preto estamos seguindo rigidamente os protocolos de prevenção e enfrentamento da pandemia. São medidas que podem significar o salvamento de muitas vidas. E desde o início deste processo tenho dito e repetido que a vida vale mais. A Secretaria Municipal de Saúde continua apelando a todos para que fiquem em suas casas e só saiam em situações excepcionais, como para a vacinação de idosos contra a gripe, e ainda assim com todas as cautelas. O melhor dos mundos seria o vírus não se espalhar. Torcemos para que por alguma razão isso ocorra, mas na incerteza vamos prevenir".






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!