Com 15 mil cirurgias, HB é o 4º no ranking de transplantes de órgãos no Estado

Por: Lucas Israel
16/01/2020 às 18:56
Cidades

Levantamento revela que Hospital de Base de Rio Preto é também o vice-líder no número de atendimentos em São Paulo

O Hospital de Base (HB) de Rio Preto é a quarta instituição do Estado com maior número de transplantes de órgãos, segundo dados do Tribunal de Contas do Estado (TCE-SP) divulgados nesta quinta-feira (16). 

De acordo com o levantamento, foram 15.769 procedimentos de transplante, que incluem a retirada de órgãos e os transplantes em si. Este número corresponde ao histórico total do HB desde os anos 90. Na frente do hospital rio-pretense estão o Hospital de Clínicas da Unicamp, com 26,6 mil, o Instituto do Coração, em São Paulo, com 20 mil, e o Hospital das Clínicas, com 18,6 mil.

O Hospital de Base é o segundo maior hospital do Estado de São Paulo em número de internações. Ao todo, foram 20,6 mil internações registradas. Em relação às internações, os números são referentes ao período entre janeiro e junho de 2019. O estudo levou em consideração 193 hospitais em 645 cidades do Estado.

Nos seis primeiros meses do ano passado foram 20.652 internações registradas, pouco mais de 900 a mais que o Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, que tem 19.746. Fecha o pódio do interior o Hospital das Clínicas de Botucatu, com pouco mais de 13 mil.
Quando a capital paulista entra na conta, apenas o Hospital das Clínicas está na frente com mais de 26 mil internações por mês. A diferença, contudo, está no número de funcionários. Enquanto em São Paulo, 5,6 mil médicos prestam atendimentos, em Rio Preto o número é de 1,5 mil.

Com 950 leitos, a diretora administrativa do HB, Amália Tieco, que foi a Brasília repetidas vezes para costurar acordos para o hospital, afirma que a unidade de saúde tem um dos custos mais baixos do Brasil por leito. A questão da eficiência do uso da verba também é um trunfo do hospital na hora de mostrar o trabalho junto aos órgãos públicos. "Nós podemos até ser o vice-líder em número de atendimentos, mas somos o primeiro no Brasil na questão de custo de leito. Com o valor reduzido de verba, a gente consegue produzir mais”, explica Amália.

Ainda de acordo com Amália o Hospital de Base tem 5 mil funcionários contra mais de 20 mil de outras instituições, segundo a diretora administrativa do HB, Amália Tieco. "É mais uma prova que a gente precisa do dinheiro. A gente trabalha com um número menor de funcionários e faz mais. Todas as vezes que a gente vai pedir para o Estado, eles têm que ajudar.”

O HB atende a pouco mais de uma centena de municípios da região e ainda recebe pacientes de outros estados. Nesta semana, por exemplo, o hospital fechou um convênio com o governo do Amazonas para efetuar o tratamento de crianças cardiopatas daquele estado em Rio Preto pelo SUS.

Outros números
O Hospital de Base ainda é o 6º maior no estado em número de procedimentos, com 1,2 milhão. O HC, em São Paulo, lidera no quesito com 4,3 milhões. É também o segundo em maior número de leitos: são 950, quantidade menor apenas também que o HC da FMUSP, com 1.455. O Hospital de Base fez 1.227.953 procedimentos no primeiro semestre do ano passado, o sexto maior número do Estado - atrás de hospitais de São Paulo, Campinas, Botucatu, Taboão da Serra e Ribeirão Preto.






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!