Foto por: Prefeitura de Rio Preto
Defesa Civil alerta sobre cuidados na época de chuvas

Chuva chega para ficar e Defesa Civil emite alerta em Rio Preto

Por: Bruna Yamasaki
10/12/2019 às 12:11
Polícia

O começo da semana trouxe chuva forte para a região e, de acordo com a previsão do tempo, o clima permanece instável até na sexta-feira (13). Em Rio Preto foi registrada a queda de duas árvores.

De acordo com João Carlos Figueiredo, meteorologista do Instituto de Pesquisas Meteorológicas (IPMet) de Bauru, a previsão até sexta-feira (13) é de chuva fraca no primeiro período do dia e chuvas mais intensas no final da tarde.

Por conta das chuvas, a temperatura cai. Nesta terça (10) a máxima fica em 26ºC enquanto quarta (11) a mínima e máxima previstas são de 19ºC e 24ºC, respectivamente.

De acordo com o Núcleo de Sementes de Rio Preto, o volume de água das chuvas nesta segunda-feira (9) foi de 44 mm, conforme registrado pelos quatro pluviômetros que fazem a análise na cidade. A estimativa da Defesa Civil é que até na sexta o volume de água chegue a 100 mm.

Com a intensidade das chuvas e a previsão para a semana, a Defesa Civil emitiu um alerta sobre os cuidados a serem tomados com acidentes considerados evitáveis.

De acordo com o diretor da Defesa Civil, coronel Carlos Lamin, apesar de não acontecer mais quadros de alagamentos, o sistema de micro drenagem acaba não suportando precipitações muito intensas, formando enxurradas. "Além da violência, da velocidade da água, sempre vem com pedaços de pau, pedras, e isso pode causar algum tipo de ferimento”, disse.

Segundo Lamin, os piscinões seguram a água e liberam gradativamente, porém "precisamos entender a topografia de Rio Preto, sempre vamos conviver com as águas escorrendo para esses vales, onde têm os córregos”. Portanto, as avenidas principais acabam recebendo muita água e a orientação da Defesa Civil é aguardar e não se arriscar na tentativa de cruzá-las. 

Outro alerta é sobre a ocorrência de raios, principalmente para moradores e trabalhadores da área rural. "A gente tem visto que na região acidentes com raios têm sido frequentes. Recomendamos que, quando houver o início de uma tempestade, os trabalhadores rurais interrompam as atividades e procurem local coberto”, afirmou o diretor da Defesa Civil.

O mesmo é indicado para práticas esportivas e de lazer em piscinas, rios e campos abertos, retomando as atividades apenas quando as condições climáticas permitirem. Lamin ressalta que árvores não são um local adequado para abrigo, pois se tornam um atrativo de raios por ser um ponto mais alto.






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!