Foto por: Reprodução
Detalhe do carro em que dois criminosos estavam em suposta execução no dia 7/10 deste ano

Relatório mensal da Segurança Pública ignora mortes em suposto confronto com o Baep

Por: Da Redação
02/12/2019 às 13:03
Polícia

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP) não contabilizou as 10 mortes de suspeitos em confronto policial e suposta execução registradas em outubro deste ano, em Rio Preto. Na última sexta-feira (29), o órgão divulgou um balanço que mostrou redução de homicídios, latrocínios, roubos e furtos no Estado, além de outros crimes registrados no 10º mês de 2019.

Segundo as estatísticas, que podem ser conferidas no site da Secretaria, apenas dois homicídios foram registrados em Rio Preto naquele mês – as vítimas são Avani Pereira dos Santos, 72, morta a facadas pelo filho no bairro Solidariedade, e Saiara Maria de Jesus Nogueira, 31, assassinada com um tiro na cabeça pelo marido, de 54 anos, no dia 20/10, no bairro Anchieta.

Por telefone, a assessoria de imprensa da SSP informou que os casos de mortes em confronto com a polícia não são contabilizados como homicídio por se tratarem de intervenção policial. A Secretaria de Segurança Pública disse ainda que não faz este balanço por municípios, apenas por Estado. Até o fechamento desse texto, o órgão não havia enviado os números de mortes por intervenção policial registrados este ano em São Paulo. As mortes em Rio Preto ocorreram nos dias 7 e 12 de outubro.

Segundo a Polícia Militar, os quatro policiais do 9º Batalhão do Baep envolvidos na suposta execução na Estância Veneza, no dia 7/10, foram transferidos para o 52º Batalhão da PM, que tem sede em Mirassol. Em nota, a SSP informou que o caso continua sendo investigado. "Todas as circunstâncias relativas aos fatos seguem em apuração por meio de IPM instaurado pela Corregedoria da Polícia Militar, e de inquérito policial pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de São José do Rio Preto. As vítimas do roubo, familiares dos suspeitos mortos e os policiais militares estão sendo ouvidos. Os PMs citados foram transferidos", afirma a nota.

Estatísticas

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, em outubro deste ano foram registrados três casos a menos de homicídio doloso em Rio Preto. No mesmo período do ano passado foram confirmados cinco casos.

Os casos de latrocínios permaneceram iguais nos dois anos - apenas um registro. Os roubos mostraram aumento - em outubro de 2019 foram registrados 72 casos, no ano passado foram 64, sendo oito a mais.

Os furtos fecharam em outubro com 580 registros – em 2018 foram 608. Já os furtos de veículos em outubro de 2019 ficaram em 73. No ano passado foram 74 casos.






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!