Breno Aragon

Tecnólogo em informática, presidente do PSOL em Rio Preto e ex-integrante do Vergonha Rio Preto


Se Jesus voltar, é bom que ele volte hétero, branco e armado

Por: Breno Aragon
27/12/2019 às 09:24
Breno Aragon

Querido Jesus, estou escrevendo essa cartinha para você, pois já sou muito grande para acreditar em Papai Noel, porém, se eu não acreditar que exista um grande redentor para os pecados da humanidade, creio que entraria em surto diante de tantas injustiças e barbaridades no mundo.

Sabe, Jesus, minha avó e mais uma porrada de pessoas acreditam que um dia você voltará e trará paz, redenção e justiça para esse mundo. Caso volte, acho bom você se inteirar sobre como está o mundo atual, pois do jeito que as coisas estão é capaz de você ser perseguido por hordas inteiras de pessoas que se dizem cristãs. Por isso, resolvi te dar algumas dicas para como deve ser o seu retorno caso ele seja no Brasil:

1 – Volte hétero e cuspindo no chão:
Sim, eu sei Jesus, parece absurdo que em pleno século 21 eu tenha que te recomendar isso, mas sabe, nossa sociedade não assimilou o "amai o próximo como a ti mesmo”, principalmente se o próximo for membro da comunidade LGBT+. Para você ter uma ideia a média de vida de uma pessoa transexual no Brasil é de 35 anos, ao passo que a média nacional é de 75,5 anos. 

No Brasil, a população elegeu como presidente um homem que declarou preferir que um filho dele morra num acidente do que ter um filho homossexual. Para completar o absurdo, Jesus, a comunidade cristã está amplamente mobilizada para censurar e atacar os comediantes de um grupo chamado "Porta dos Fundos”, sabe qual o motivo? Nesse fim de ano, eles fizeram um quadro de humor onde lhe retratavam como um jovem puro, honesto, que combatia (e vencia) o mal diretamente e... era gay. Isso causou revolta e mobilização em milhares de cristãos. 

No ano passado, o mesmo grupo fez um especial de final de ano em que lhe retratavam como um beberrão, meio machista, que estava transando, usando drogas e financiando jogos de azar, os apóstolos estavam fazendo orgias e a crucificação foi uma pegadinha. Porém, naquele ano, você era retratado como um cara hétero, e, portanto, não chocou cristão algum. 

Então já sabe né? Se for voltar, volte hétero, tomando uma cerveja e cuspindo no chão. 

2- Volte como um cara branco e dos olhos azuis
Sim, você nasceu no oriente médio, onde toda a população tinha pele escura, porém, por aqui, a imagem que fazem de você é a de um homem branco, de olhos azuis, de cabelo liso. Nas gravuras das igrejas, vemos milhares de anjos voando pelos céus e nenhum anjinho sequer é negro, quase nunca vemos representações de pessoas negras no céu, até parece que por ai rola uma eugenia que faria Hitler ficar orgulhoso. 

Além disso, Jesus, aqui no Brasil, em 2016, os negros foram os que mais morreram no país (74%). De cada quatro mortos no país, três eram negros. A população negra também recebe menores salários, é a que sofre com o racismo, e a minoria no ensino superior, mas a maioria dentro dos presídios. 

Com tudo isso (e muito mais) que rola com os negros no nosso país, é melhor que você volte como o retrato do europeu que muitos têm de você. 

3 – Volte armado 
Eu sei, Jesus, desde o tempo de Moisés vigora o mandamento "não matarás”, porém ele deveria ter sido mais específico. Tem muito seguidor seu por aqui que acha que é OK matar uma pessoa, desde que ela tenha cometido algum crime. A regra para eles é: "Não matarás, mas se o bandidinho roubou seu celular, chumbo nele! ”. Parece loucura, mas muito dos líderes religiosos que falam em seu nome, defendem que cada pessoa tenha o direito de andar armada por aí. E, em muitos cultos em igrejas que dizem te seguir, os fiéis "fazem arminha” em apologia ao armamento do "cidadão de bem”. 

Então já sabe né? Esquece essa história de oferecer a outra face e esse negócio de bem-aventurados os que promovem a paz, o negócio agora é retribuir na mesma moeda e promover o tiroteio. 

4- Não condene mais os vendilhões do templo
Sim, Jesus, você foi muito enfático em vida, de que era terminantemente contra os "mercadores da fé” e de que aqueles que tentassem obter lucros e ganhos pessoais em nome da religião deveriam ser expulsos a pontapés dos templos.  Porém, depois de sua partida, a igreja católica achou por bem vender "indulgências” que garantiam aos ricos da época uma passagem livre para os céus. Séculos depois a coisa ficou tão feia que em algumas igrejas evangélicas vendem vassouras, canetas, águas, roupas "ungidas” e falam que aqueles que doarem seus bens a igreja serão recompensados por Deus. 

E não pense que a recompensa é uma passagem para o céu ou uma vida repleta de amor e de paz. Na realidade, as recompensas são mais bens materiais em vida. Para você ter ideia, hoje em dia temos pastores milionários, que acumularam suas riquezas com o "exercício da fé”. Templos luxuosos, monumentos absurdamente caros, casas de luxo, tudo isso construído e erguido em seu nome. 

Acho melhor você não ir contra esse pessoal, além de iludirem milhões de pessoas, eles exercem poder político e econômico no país, certamente incitariam seus fiéis contra você, caso você contrariasse seus interesses.

5- Não mande ninguém vender seus bens e doar aos pobres
Uma de suas parábolas mais famosas é a que você diz a um homem: "Se queres ser perfeito, vai, vende os teus bens, dá o dinheiro aos pobres e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me”. Se por algum motivo, você falasse algo minimamente parecido com isso nos tempos atuais, seria "crucificado” moralmente por aqueles que dizem seguir seus princípios. Lhe chamariam de populista, lhe acusariam de apoiar o comunismo (aqui entre nós, eu acredito que você apoiaria), iriam tecer longas críticas dizendo como é errado essa ideia de partilha do pão e diriam que cada um tem que correr atrás de seu "sucesso”, de que os verdadeiros batalhadores são os empresários que geram empregos e renda.

E mesmo que você argumentasse que existem pessoas com dezenas de casas, com vários carros, barcos, aviões de luxo enquanto outros passam fome sem ter o que comer e que é moralmente errado que existam pessoas com bilhões de patrimônio enquanto outras morrem por falta de saneamento básico e assistência médica, todos os supostos "cristãos” iriam lhe acusar de ser um invejoso. Explicariam como é fantasiosa a ideia de que se pode haver alguma igualdade social no mundo e de que Deus é mais a favor da prosperidade do que da caridade. 

Portanto já sabe né, Jesus? Se voltar, volte defendendo a meritocracia, o capitalismo predatório e diga que se alguém não teve sucesso financeiro ou o mínimo de dignidade em sua vida é porque essa pessoa não se esforçou o bastante.

Sabe, Jesus, eu teria tantos conselhos a mais para lhe dar caso você voltasse nos tempos atuais aqui no Brasil, mas tenho medo de que isso o assustaria e retardaria seu retorno. E sabe, nós estamos precisando desesperadamente que você volte e pregue o amor (para todos, independentemente de seu gênero ou sexualidade), a caridade, o desapego as coisas materiais como os caminhos para a salvação da alma.

Portanto, volte, e volte depressa pois não sabemos por quanto tempo ainda haverá civilização diante de tantas barbáries que temos visto. 






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!