Wilson Guilherme

Jornalista e escritor


O circo do Frota, a bermuda do Wilker e a língua da Dercy

Por: Wilson Guilherme
19/12/2019 às 14:18
Wilson Guilherme

Não sei se consta em contrato ou simplesmente é um agrado da Globo com seus atores que viajam pelo país com peças de teatro. Com espetáculos de produção barata, quase sempre monólogos, saem caçando níqueis, surfando na notoriedade momentânea proporcionada pela aparição nas novelas ou na programação da emissora.

Tive o privilégio de fazer parte da equipe pioneira que colocou no ar a TV Globo Noroeste Paulista (hoje TV TEM), em abril de 1986. Comecei como produtor e sai como chefe de reportagem. Aprendi muito com os profissionais tarimbados, naquele universo novo pra mim. Tive que conviver também com as celebridades.

Não sei se consta em contrato ou simplesmente é um agrado da Globo com seus atores que viajam pelo país com peças de teatro. Com espetáculos de produção barata, quase sempre monólogos, saem caçando níqueis, surfando na notoriedade momentânea proporcionada pela aparição nas novelas ou na programação da emissora.

O fato é que, chegando a uma cidade como Rio Preto, onde existe retransmissora da Globo, o ator ou grupo teatral tem como que divulgação garantida, com entrevistas gravadas ou entradas ao vivo durante a programação, sinalizando que onde estiver um artista da emissora ali está a cultura e pronto. 

Era perceptível que o convívio do jornalismo com a visita destas celebridades nem sempre era marcada pela tietagem ou convivência pacífica. A maioria era e continua sendo gente fina. O exemplo oposto para nós, que causava desconforto era receber o aviso da portaria que o ator Marcos Frota estava entrando para divulgar o Circo dele instalado novamente na cidade. A relação era tensa, pois Frota, que despontou para o anonimato e hoje é mais conhecido como ex-marido de Carolina Dieckmann, sempre deixou a impressão de que todos estavam ali para servi-lo, afinal era um ator global, portanto, "faça o que estou mandando e não se fala mais nisso”. Mais de uma vez ameaçou armar um outro circo dentro dos estúdios da TV. Nunca conseguiu nos colocar nariz de palhaço.

Tenso e constrangedor foi saber que o ator José Wilker, nascido na calorenta Juazeiro do Norte-CE, teve sua entrada barrada na portaria "e está sentado lá fora, na calçada”.  Obedecendo ordens do diretor regional, o porteiro não deixava entrar ninguém vestindo bermuda, na calorenta Rio Preto. Nem o Wilker, claro, "ordens são ordens”. Até encontrarem o diretor, único capaz de desfazer a ordem, a bunda do ator já tinha assado.

Pra mim particularmente o caso mais marcante foi o contato com Dercy Gonçalves. Entrevista agendada para um hotel (Nacional?) onde a atriz estava hospedada em Rio Preto, manhã de um dia de semana, acontece um acidente pavoroso (perto de Tanabi, se não me engano), desvio a equipe da repórter Rosa Maria Abrão para o local, afinal factual é factual, etc, teatro depois a gente faz, etc. Não demorou muito pra eu receber uma ligação da atriz, disparando a única linguagem que ela praticou em vida...palavrão, mais palavrão e novamente palavrão.

Tempo perdido tentando argumentar que a entrevista seria feita à tarde, como de fato foi (já tínhamos avisado o empresário dela, pessoa muito educada), que tínhamos poucas equipes, que não era a Globo-RJ, etc, etc... Possessa, Dercy ameaçou ligar para o Boni (José Bonifácio de Oliveira Sobrinho), o  chefão da época, de quem de fato ela era amiga. 

Até hoje não sei se ela ligou ou não, o que marcou mesmo foi a insensibilidade da atriz em entender que não estávamos excluindo mas sim fazendo o que manda o beabá do jornalismo. 

Muito tempo depois, a caminho do Espírito Santo, dei de cara com a placa, no norte fluminense, indicando Santa Maria Madalena, cidade natal da falecida. Na hora deu vontade de por a cara pra fora do carro e devolver em voz alta os palavrões entalados desde aquela época. Ri, me benzi e disse pra mim mesmo: R.I.P. velhaca. 

Pareceu ouvi-la novamente gritando para todo o Campo de Goytacazes: 
- Vai a PQP!






Anunciar no Portal DLNews

Seu contato é muito importante para nós! Assim que recebemos seus dados cadastrais entraremos em contato o mais rápido possível!